Contra intolerância religiosa

Contra intolerância religiosa

Dias depois da divulgação de imagens em que líderes de religiões de matriz africana são obrigados por criminosos a destruir seus terreiros, milhares de pessoas participaram de uma caminhada contra a intolerância religiosa neste domingo (17) na Praia de Copacabana, no Rio. O ato reuniu fiéis de diversas matrizes religiosas, como batistas, mórmons, evangélicos, wiccas, hare krishna, judeus, umbandistas, candomblecistas entre outras. Dados do Disque 100, serviço de denúncias de violações de direitos humanos do Governo Federal, mostram que entre 2011 e 2016 foram reportados 175 casos de intolerância religiosa apenas no Rio de Janeiro, respondendo por quase 10% do total no país.

Texto e Foto Daniel Sant’Anna e Erick Dau / Intercept Brasil

Brasil de Fato